Articles, Blog

FAKE NEWS! O QUE É E COMO NÃO CAIR NESSA ARMADILHA | A LINGUÍSTICA ENSINA


Olá pessoal, tudo bem? Estamos de volta e o
tema agora nesses últimos meses, nesses últimos dias, mais do que nunca foram as
fake news. O que é fake news? Você sabe identificar uma fake news,
sabe o que fazer para não propagar mensagens falsas, que podem atrapalhar
não só a imagem de alguém mas atrapalhar sua imagem também, de repente ser
conhecido por uma pessoa que não confere as fontes e que passa a mensagem falsa
por aí? Então veja esse vídeo que eu vou te mostrar como você vai conseguir
fazer isso. Se você não fez a inscrição em nosso canal ainda
aproveite, faça a inscrição agora e ative o sininho para receber os próximos vídeos.
Fake news são notícias falsas com a intenção de denegrir a imagem de alguém, alguma
instituição e muito mais do que isso. Estou pegando essa parte aqui
porque o tema está em alta. Agora o tema política vai mais para essa
definição. Notícias falsas,
inclusive aquelas que o pessoal compartilha no WhatsUp, com vagas de
emprego que são falsas, ou doação de pets, e enfim tudo que é falso.
Notícias falsa são consideradas fake news um termo que vem do inglês. Como surgem as fake news? Alguém cria uma
notícia falsa espalha nas redes sociais como notícia verdadeira, como algo
verdadeiro. A pessoa recebe a fake news e sem conferir, sem averiguar se
isso é verdadeiro ou não, compartilham a notícia por acharem que são verdadeiras.
Quem cria uma fake news está cometendo um crime, cometendo calúnia, difamação,
entre outras coisas. Quem cria uma fake news precisa responder
pelo que faz. Literalmente, ela pode ser processada. Ela é identificada, dá para
identificar, as pessoas acham que não dá, mass é possível identificar quem fez, e
fica suscetível a responder judicialmente. Quem é citado em uma fake
news é uma vítima direta nessa situação e precisa buscar os seus direitos. Mas é
bom a gente saber que toda vez que a gente compartilha ou cria
uma fake news, nós estamos prejudicando alguém. Quem acredita em
uma fake news é uma vítima indireta e precisa ser treinada para não acreditar. E
esse é o propósito deste vídeo. Eu quero treinar você pra que você não
seja uma vítima indireta, acreditando numa notícia falsa. Evai um alerta as escolas
elas precisam intensificar esse tipo de aula também, porque as crianças vão
aprender cedo que existem as notícias falsas e como lidar com elas. E
quem compartilha fake news? Quem compartilha fake news prejudica outras
pessoas. Toda vez que você compartilha uma notícia falsa, você está prejudicando
as pessoas. Quem compartilha isso precisa interromper essa prática imediatamente.
Toda vez que você compartilha uma vaga de emprego no WhatsApp, edital de
concurso, ajuda para doentes, em campanhas para ajudar doentes, doação de pet,
esses que eu citei agora, por exemplo, dão um trabalho muito grande. As pessoas
começam a ver currículo, entrar em contato, ler o edital que é falso,
procurar esse edital, cria esperança nas pessoas de alguma coisa que elas estão
precisando, e de repente a notícia é falsa. Você acha que está ajudando, mas na
verdade você está atrapalhando a pessoa, pois ela perde tempo com algo que não
existe, e trabalha com essa questão da esperança da pessoa também. Temos
isso aí na política quando você divulga notícias falsas de política, você está ajudando o seu
amigo a agir como um tolo, porque daí começa a divulgar a notícia que não é verdadeira
e aí depois vem a notícia da verdadeira e a gente fica como bobo, passando
informações que não devíamos passar. Temos aí o problema de tempo para pesquisa, envio de email, etc. Precisamos tomar cuidado. E você ainda
acha e está ajudando alguém quando você passa esse tipo de informação? Então, como
que a gente interrompe isso? Existem dois conceitos de leitura que ajudam a
identificar uma fake new. É a ideia de contexto e de intertexto. Contexto é
o conjunto de palavras frases ou texto que precede ou se segue à determinada
palavra, frase ou texto e que contribui para o significado, e que permite o
encadeamento do discurso. Ou seja, considera a circunstância em que o texto foi escrito e
um monte de textos que permeiam o texto em questão. E nós vamos ver daqui a pouco alguns exemplos. O intertexo
pode ser entendido como uma relação que o texto tem com outros, permitindo sentido
mais próximo da intenção de seu autor no momento da leitura. Inclusive, vou
deixar aqui em cima um link e já aqui aparecendo pra você no canto superior direito da tela com a ideia de texto e discurso que um vídeo que eu já
fiz também esclarecendo como que é essa relação, como é que é a leitura de
textos que muita gente tem feito deixando o
discurso de lado né, para você chegar no discurso. É mais ou menos assim: cada
texto ele está ligado em outros textos. Para você saber se é verdadeiro,
precisa ver quem produziu esses textos primeiro. Então, tem o texto por trás do
texto tem instituições ou pessoas que têm seus interesses próprios e com tudo
isso cria-se um emaranhado de textos que é o que a gente tem à disposição para
saber se nós estamos falando de algo verdadeiro ou não. Cada texto, cada
instituição, tem vários textos sobre eles mesmos. Nada surge simplesmente do nada.
Quando aparecer um texto totalmente novo, sem conexão com outros, é bom desconfiar,
né, afinal de contas, não existem textos novos, sempre vão estar ligados em outros
textos que deram base com a construção. Toda vez que a gente receber um
texto de fonte desconhecida, a mensagem falsa sobre algum político, sobre alguma
coisa, nós vamos perceber que ele não está ligado a textos de fontes conhecidas, com as
mensagens verdadeiras. Ele vai estar interrompido. As fontes desconhecidas
vão produzir um texto falso, mas ele não vai ter conexão com outros textos porque
vai faltar informação e outras instituições sobre essa mesma notícia
que a pessoa deu. Você pode começar a buscar a confirmação com as fontes
conhecidas que são os verdes ali que a gente está colocando, os verdes e nós
podemos buscar informação com fontes de origem desconhecida também, mas para ver
se existe mais alguém falando sobre aquele assunto daquela maneira que foi
passada. Basta pra isso verificar o que fontes sérias falam sobre o assunto.
Precisa fazer isso. Dá trabalho, dá. Mas se não quiser passar vergonha e ter problema de
de processo seria interessante pensar nisso. Todas essas pessoas aí elas trazem
para nós essa situação e um emaranhado de textos disponíveis. A ligação foi
quebrada? Você pegou um texto, a notícia foi verificar não achou, teve dificuldade
logo de início de de encontrar outras coisas falando sobre isso? Desconfie e
não propague porque provavelmente ele faz parte de uma fake news ou é uma fake new. Um texto é um pedacinho de um conjunto de outros textos. Nós temos que
achar os outros textos para poder validar se a notícia é verdadeira ou não.
E quanto mais textos a gente acessa, mais próximo a gente fica não só de saber se
o texto é verdadeiro ou não, mas do discurso, do que está por trás da
instituição, é o que a instituição que propagou, que criou a
notícia quer de fato, qual é a intenção por trás disso. Ignorar o contexto e um de
texto que é isso que nós estamos falando é uma atitude que poderá te deixar muito
mais suscetível a fake news. Não podemos fazer isso. Ignorar contexto e
intertexto deixará você longe do discurso verdadeiro, da intenção real do autor do
texto, o que está por trás, o que a pessoa quer com isso. E na época de política então
nós temos que desconfiar o tempo todo e verificar com mais propriedade. Quer
ajudar seus amigos? Só divulgue o que você tem certeza que é verdadeiro. Se não
tem certeza, se não fez esse trajeto que a gente está sugerindo aqui, DESCONFIE
e não propague. Se a gente fizer isso, muita gente, além de evitar processos
desnecessários, vai deixar de parecer tolo nesse jogo informacional,
nesse jogo de interesses pelo poder. E aí aí você fala: – mas no WhatsApp quando
eu faço essa propaganda de uma notícia falsa de vagas de emprego,
por exemplo, como que eu prejudico alguém? Qual é o jogo de interesse por trás disso? O jogo de interesse é você estar
passando dados por outra pessoa, instituições não sérias ou que não
trabalha direito, sem confiabilidade, pegar informações dos seus amigos para
inclusive para acessar bancos e fazer roubos. Temos que tomar esse cuidado
para que isso não aconteça, beleza? Faça isso. Cuide do contexto e
intertexto e você não vai ser um propagador de notícias falsas.
É isso aí, gostou? Compartilhe com seus amigos e ajude também seus amigos
a identificar fake news e não passar por uma pessoa desinformada e que passa
mensagens falsas. Deixe seu comentário aqui também,
inclusive com sugestão de novos vídeos pra gente colocar no canal.
Aproveite e faça sua inscrição no canal. #FocoNaAçãoFéNoResultado, nos vemos
por aí e lembre-se: – você é responsável por seu sucesso.
Tchau!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *